Fotografia: Lina Ribeiro
Fotografia: Lina Ribeiro
Seminário

Aprendizagem Motora em Dança

Como aprender a fazer as habilidades específicas da dança?

Fotografia: Lina Ribeiro

Objetivos Gerais

Desenvolver competências de análise do movimento na Dança nas suas vertentes de coordenação intersegmentar e interpessoal, que permitam uma construção de envolvimentos de aprendizagem motora, adequados às necessidades dos bailarinos.

Objetivos Específicos

  • Conhecer os processos que conduzem as modificações ao longo do tempo, na realização de ações motoras da Dança.
  • Conhecer os processos que conduzem as essas modificações.
  • Saber como desenvolver a capacidade adaptativa dos bailarinos e qual a influência dessa capacidade em termos de aprendizagem motora.

Plano Curricular

  • A aprendizagem enquanto processo de mudança. O movimento dançado tem uma grande preocupação formal. Como se aprendem as morphocinèses ? Factores de aprendizagem motora. Prática massiva vs prática distribuída. A repetição do movimento em dança! 10000 horas de prática!? Qual o papel da aprendizagem por observação? Porque é que a observação funciona? Seguimos para a qualidade da prática nos módulos seguintes.
  • O papel da memória motora na dança. Estratégias de memorização do movimento dançado. Como se confronta a memória motora com aquilo que se vai passando no momento? Como é que se 'mistura' a memória motora com a variabilidade das ações? A abordagem ecológica ao controlo motor e à aprendizagem motora. Os acoplamentos de percepção-ação e sua modificação com a aprendizagem motora da forma do movimento. Questões do attunement e da calibração em tarefas de dança. A complementaridade entre estabilidade e variabilidade. O Modelo de Constrangimentos de Newell. Quais os constrangimentos que condicionam as ações motoras na dança?
  • A variabilidade e o problema dos graus de liberdade. A variabilidade como um conceito fundamental para a aprendizagem motora em dança. Variabilidade na prática - Interferência contextual, aprendizagem diferencial. Quais as implicações da adição de variabilidade na aprendizagem motora em dança? Os melhores são os que têm melhor capacidade de adaptação.
  • Como aprender a fazer habilidades em Dança? Aprender a rodar melhor (pirouettes e fouettés]. Aprender a saltar melhor. Aprender a melhorar os equilíbrios. (Sessão prática)
  • Representatividade da tarefa. Coerência entre aula, ensaio e espectáculo. O palco é diferente!

Docentes

Professor Doutor Luís Xarez

Professor Doutor Luís Xarez (FMH/UL)

Luís Xarez é professor assistente na FMH/UL. É Doutorado desde 2000 e é docente de Treino em Dança, Análise de Movimento Dançado e Dança Criativa. Luis Xarez é também ex-bailarino e coreógrafo. Autor do livro "Treino em dança: questões pouco frequentes". É membro da International Association for Dance Medicine and Science (IADMS) e da Performing Arts Medicine Association (PAMA).

Professor Doutor Pedro Passos

Professor Doutor Pedro Passos (FMH/UL)

Pedro Passos é professor assistente na FMH/UL. É Doutorado em Ciências do Desporto desde 2008 e é docente de Controlo Motor e Aprendizagem. Autor do livro "Comportamento Motor, Controlo e Aprendizagem". No âmbito da investigação estuda a dinâmica da coordenação interpessoal em desportos coletivos. Tem colaborações com investigadores em Portugal, na Europa, Austrália e Nova Zelândia.

Contactos

DRECE
fmh@fmh.ulisboa.pt

Estr. da Costa, 1499-002
Cruz Quebrada - Dafundo
Portugal

www.fmh.ulisboa.pt
Aprendizagem Motora em Dança